Gabriel Simoes
Gabriel Simões

Gabriel Simões

Devolver à comunidade

Por que decidi escrever em português

Devolver à comunidade
Gabriel Simoes's photo
Gabriel Simoes

Published on Nov 22, 2021

3 min read

Subscribe to my newsletter and never miss my upcoming articles

Table of contents

  • O momento chegou!
  • Mas por que estamos falando disso?
  • Devolver à comunidade o que recebi
  • Contribuições

O momento chegou!

Quando comecei esse blog, ainda no domínio do Hashnode (a plataforma que uso para escrever), meu objetivo era apenas ter algum lugar onde eu pudesse escrever coisas sobre o meu aprendizado durante esse processo de mudança de carreira, além de pensamentos e reflexões também sobre esse mesmo processo. Logo em seguida, percebi que eu poderia usar o blog como uma ferramenta através da qual eu pudesse mostrar a possíveis empregadores algum conhecimento técnicos e até mesmo a soft skill da escrita. Foi assim que decidi buscar um domínio próprio para que eu pudesse dar uma cara mais profissional e criar talvez uma marca pessoal.

Porém, eu moro no Reino Unido (mais especificamente na Escócia) há mais de dois anos e foi exatamente aqui nesse país que eu resolvi redirecionar minha carreira para a área de tecnologia - mais especificamente, quando eu tinha apenas alguns meses aqui e não aguentava mais trabalhar em cozinha de pub). Portanto, como postulante a uma vaga no mercado de tecnologia do Reino Unido, se eu quisesse fazer uso do meu blog para me promover, evidentemente eu teria que escrever em inglês, certo? E foi assim que comecei a escrever esse blog, mesmo que com imensos hiatos entre um texto e outro. Eu não quero engajamento, eu quero pensar e compartilhar, e é pra isso que o blog me serve.

Contudo, ao longo do tempo, comecei a ter um envolvimento cada vez maior com a comunidade de tecnologia no Brasil e parece que tudo começou a fazer mais sentido. Muita gente me ajudou com dicas, com materiais, leituras, conversas sobre a área, coisas que foram para mim realmente valiosas. Em maio deste ano, consegui fazer a transição completa e saí da área de suporte na empresa onde trabalho e fui para a área de desenvolvimento trabalhar como QA e simplesmente me apaixonei pela área. Agora, estou me despedindo com 2 anos de casa, seguindo para o meu dream job (em breve falarei mais sobre isso), o qual começo em janeiro.

Mas por que estamos falando disso?

O negócio é o seguinte: depois que consegui transicionar e me colocar numa posição mais sólida na área de QA, escrever em inglês deixou de ter a utilidade que tinha antes. Eu não pretendo mudar de emprego novamente tão cedo, não preciso do blog recheado de textos técnicos para impressionar recrutadores, QA Leads, CTOs ou coisa que o valha. O momento exato para passar a escrever em português chegou e é agora.

Devolver à comunidade o que recebi

Após a transição se completar e eu anunciá-la publicamente no Twitter, comecei a ser abordado por algumas pessoas que estão entrando na área agora, dos mais diversos perfis, buscando algum tipo de orientação, algo que os guie e lhes dê uma base de conhecimento teórico, conceitual, das ferramentas, do pensar como um QA etc. Eu enviava alguns materiais, além de uma longa lista de textos compilada por uma querida colega e que era repassada à moda antiga: email.

Pensando nisso, tive a ideia de juntar todo esse conteúdo num único lugar, atualizando-o com frequência e deixando-o sujeito à contribuição comunitária - e foi assim que nasceu o projeto da Biblioteca QA: um repositório no GitHub com uma página própria, hospedado pelo próprio GitHub, mas com domínio próprio: https://www.biblioteca-qa.org/.

Esse foi um jeito que dei para retribuir a comunidade e para concretizar a minha gratidão por todo o apoio recebido, mesmo que a uma distância tão longa e com contextos de mercado tão diferentes. Espero muito que esse projeto seja útil, ajude muita gente e receba muitas contribuições - e eu firmo aqui meu compromisso com o zelo e a manutenção do projeto.

Contribuições

Para contribuir, basta abrir uma issue com o conteúdo que você acha que deveria estar na página, explicando brevemente o porquê. E se tiver alguma dúvida, envie um email para .

Obrigado!

Crédito da imagem: Chris Liveriani

 
Share this